segunda-feira, 18 de agosto de 2014

10 SOFTWARES GRATUITOS (E LEGALIZADOS) PARA ENGENHARIA QUÍMICA

(Texto enviado pelo Representante Beta EQ e estudante da UNISO, Romilson Mendes Barbosa)

Em tempos de software caros, e leis antipiratarias com níveis de monitoramentos cada vez mais fortes, muitas vezes se torna difícil desenvolver trabalhos e projetos de engenharia química com orçamentos limitados.


No entanto, existem opções. Se a ideia de navegar páginas no submundo da internet e, expor seu computador a uma imensa lista de vírus está totalmente fora de cogitação, apresento aqui uma lista de alternativas livres e legais. Os aplicativos listados abaixo conseguem substituir os principais programas usados por profissionais e estudantes de engenharia química de forma satisfatória. 

1. OpenOffice e LibreOffice

OpenOffice (e sua versão mais recente: LibreOffice) são pacotes de software de edições, tais como: edições de textos, planilhas, software de apresentação, editor de equações, gráficos e banco de dados. Ambas as versões estão disponíveis para Windows, Mac e Linux. Tem interoperabilidade com a Microsoft Office e exportação de documentos para o formato PDF.

Você pode fazer o download gratuito do programa em:  www.libreoffice.org/download


2. Gnumeric

Se você deseja fazer o download de apenas uma planilha de cálculo ao invés de um pacote office completo, Gnumeric é uma alternativa. Gnumeric é considerada, conforme pesquisas estatísticas, a planilha que tem melhor desempenho em cálculos, ultrapassando até mesmo o Excel.

Você pode fazer o download gratuito do programa em: projects.gnome.org/gnumeric/downloads.shtml


3. Octave

Existem algumas alternativas para aplicativos que resolvem exercícios de cálculo. Octave, por exemplo, foi desenvolvido levando em consideração a compatibilidade com o Matlab. Maiores informações sobre o programa você poderá obter em: http://www.ingenieriaquimica.org/software/gnu_octave

Você pode fazer o download gratuito do programa em:  http://sourceforge.net/projects/octave/ 


4. Freemat

Outra alternativa ao Matlab, além do Octave, é o Freemat, que se dispõe das maiorias das funcionalidades do Matlab.

Você pode fazer o download gratuito do programa em: http://freemat.sourceforge.net/  e você pode encontrar o manual em: sourceforge.net/projects/freemat/files/FreeMat4/FreeMat-4.1.pdf/download


5. Scilab

Nesta linhagem de softwares auxiliadores em cálculos, temos o Scilab, com uma linguagem de programação de alto nível com acesso a centenas de funções matemáticas, estrutura de dados e funções avançadas gráficas em 2D e 3D.

Você poderá obter maiores informações sobre o programa em: http://www.ingenieriaquimica.org/uso-del-paquete-scilab-ingenieria-quimic

Você pode fazer o download gratuito do programa em: www.scilab.org e em WikiBooks você encontra um tutorial (em espanhol) sobre o programa. 


6. Uconeer

Um aplicativo clássico para conversão de unidades, bem pequeno – apenas 0,5Mb -, mas completo.

Você pode fazer o download gratuito do programa em: www.katmarsoftware.com/uconeer.htm#download


7. DIA

Programa para desenhar diagramas, com uma biblioteca específica de equipamentos de processos químicos. Maiores informações sobre utilidades do programa podem ser encontrados no link abaixo: http://www.ingenieriaquimica.org/software/programa_gratuito_flowsheets

Você pode fazer o download gratuito do programa em:  www.dia-installer.de


8. Inkscape

Inkscape é utilizado para desenhos vetoriais. Para complementá-lo, Emílio Tozzi desenvolveu uma livraria específica para diagramas de plantas químicas, que pode ser encontrado em: http://www.ingenieriaquimica.org/articulos/simbolos_para_diagramas_plantas_quimicas

Você pode fazer o download gratuito do programa em: inkscape.org/download/


9. COCO

É muito difícil encontrar alternativas gratuitas que contenham toda a funcionalidade dos grandes programas de simuladores de processos, tais como o Aspen HYSYS. COCO é uma excelente alternativa, pois é um simulador sequencial gratuito, de estado estacionário, desenvolvido pela empresa Amsterchem. Inclui um ambiente para diagramas de fluxo de processos, operações unitárias, um pacote de reações cinéticas e um pacote de termodinâmica.

Com sua projeção de padrões abertos CAPE-OPEN, permite interações de operações com outros aplicativos, tais como: HTRI e Prosim.

Uma de suas execuções – simulador de processos de separação (destilação, extração, absorção)- chamada ChemSep, em sua versão básica (até 150 etapas de equilíbrio e 10 componentes), pode ser feito o download separadamente através do link: www.chemsep.org/downloads/index.html

Você pode fazer o download gratuito do programa em:  www.cocosimulator.org/index_download.html


10. WinSim Design II

Apesar de WinSim Designer II não ser livre, pode ser usado gratuitamente por duas semanas com uma senha que é gerada pelo site. É um simulador para processos químicos e petroquímicos, incluindo o processamento de gás, refinarias, plantas de amoníaco e metanol, entre outros.

Você pode fazer o download gratuito do programa em: www.winsim.com/download.html


A intenção da veiculação dos softwares acima citados, não é de menosprezar a qualidade dos softwares comerciais, menos ainda de sugerir que os mesmos são desnecessários, pois o mesmo se faz necessário que todo profissional engenheiro químico saiba manusear corretamente os softwares comerciais que estão ao seu alcance.

Entretanto, é bom lembrar que a qualidade final do trabalho a ser feito é mais importante que qualquer ferramenta utilizada. A ideia aqui é apresentar alternativas quanto às restrições orçamentárias ou de licenças quanto a um software comercial. Se aprender a lidar cuidadosamente com um ou mais desses aplicativos, você então poderá desenvolver com segurança projetos e trabalhos profissionais com qualidade.

Obs.: Todas as marcas mencionadas neste artigo são de propriedades de suas respectivas empresas

Bibliografia:
< http://www.ingenieriaquimica.org/software/10-aplicaciones-gratuitas > Acesso em 15 de agosto de 2014 às 15h 37min.

2 comentários:

  1. Olá... boas dicas! Parabéns pela postagem. Adicionaria à lista o DWSIM, que é um simulador open-source e feito por um brasileiro. É um bom simulador! Sds.

    ResponderExcluir
  2. Outro simulador de processo de uso livre (para fins acadêmico) é o EMSO (que também é brasileiro). O EMSO é um simulador de processo em estado estacionário e transiente (dinâmico) com recursos também para otimização de processos, estimação de parâmetros, reconciliação de dados, análise de sensibilidade, etc. Página do projeto: http://www.enq.ufrgs.br/alsoc
    Eu escrevo em um blog exatamente sobre softwares aplicados a EQ. Há alguns posts relacionados ao EMSO aqui: http://chengineer.com/index.php/tag/emso

    ResponderExcluir