quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

ENGENHARIA SOCIAL

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UEM, Felipe Morelli)

Tenho acompanhado e apostado em uma das grandes promessas do século XXl: a garantia de direitos humanos básicos para toda a população mundial. Alinhando essa perspectiva mundial que diz respeito à todo conhecimento do homem à Engenharia Química, penso em uma grande e promissora área a fim de sanar os grandes problemas mundiais: Empreendedorismo na Engenharia Química, especialmente um tipo específico dele.

CATÁLISE: UMA ÁREA ESSENCIAL E MULTIDISCIPLINAR

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFRRJ, Sumaia Hottes)

Dentre as já tradicionais áreas de atuação do Engenheiro Químico, a catálise, sem dúvida alguma, se destaca pela sua enorme importância para os processos industriais modernos. Atualmente, mais de 80% de todos os produtos que utilizamos em nosso dia a dia, requerem, em pelo menos uma de suas etapas de produção, o uso de catalisadores. Estes são responsáveis por tornar os processos produtivos economicamente viáveis e/ou ambientalmente sustentáveis, permitindo que a fabricação seja feita em escala e com competitividade.

OFFSHORE: O ENGENHEIRO QUÍMICO NAS PETROLÍFERAS

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFRJ, Maria Augusta Soares)

Todos sabem que a engenharia química é a mais universal das engenharias, que se expande a diversas áreas de trabalho. Assim, fica difícil para quem é alucinado por todas as áreas, escolher qual irá dedicar mais o seu tempo e se especializar a fim de se tornar um profissional mais capacitado e preparado para o mercado de trabalho.

O FANTÁSTICO MUNDO DOS COSMÉTICOS

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFC, Gabriella Freitas)

Cremes, loções, shampoos, hidratantes, maquiagens, perfumes ... Produtos indispensáveis que fazem parte do nosso dia a dia; e o primeiro profissional que nos vem à mente é o esteticista, mas é o engenheiro químico que está por trás do grande sucesso, processando e pesquisando novas fórmulas.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS: UMA ÁREA PROMISSORA PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS

(Texto enviado pela Representante Beta EQ, Fernanda Rengel)

O aumento do consumo de cosméticos e perfumes no Brasil tem impulsionado o crescimento das indústrias de cosméticos. Segundo o SEBRAE, o Brasil é o terceiro maior consumidor de produtos e serviços de beleza, está atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão. O segmento apresenta crescimento médio de 10% desde 2001. Este crescimento gera mais oportunidades para os Engenheiros Químicos que desejam atuar nesse setor. 

ENERGIA SUSTENTÁVEL - CÉLULAS A COMBUSTÍVEL - VOCÊ SE INTERESSARIA PELA ÁREA?

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFRRJ, Samantha Caram)

Você já deve ter ouvido falar muitas vezes sobre a substituição do carro a gasolina por um carro elétrico. O Brasil exerce destacada atuação política nos fóruns internacionais sobre esse tema, e já existem alguns carros com essa tecnologia, além de ter a grande oportunidade de ser a maior potência mundial desta Nova Era de Energia Limpa por ter grandes reservas de gás natural (fontes de hidrogênio). 

A ENGENHARIA DE MATERIAIS E SUAS POSSIBILIDADES

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da Newton Paiva, Thiago Faria)

Acredito que, para muitos colegas da Engenharia Universal, a escolha de uma especialização acontece de maneira natura, no decorrer da graduação, dentro de um estágio, iniciação científica ou mesmo durante um intercâmbio estudantil, tornando esse longo processo de formação uma tarefa mais prazerosa, dado o direcionamento para o futuro profissional já estabelecimento. No meu caso, essa escolha foi construída bem antes do início de minha graduação, em virtude das experiências profissionais pelas quais já passei e pelo contato prévio com alguns Engenheiros Químicos que já atuaram ou atuam nesta área, que também possui um bacharelado independente: A Engenharia de Materiais. Polímeros, cerâmicos e ligas metálicas são algumas das muitas opções de atuação do profissional desse segmento, bem como inúmeros outros.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

MEIO AMBIENTE: NECESSIDADE SUSTENTÁVEL QUE GERA OPORTUNIDADE

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da PUC/MG, Raisa Sant'Ana)

O avanço tecnológico e industrial trouxe imensuráveis benefícios à sociedade, mas em contrapartida são os principais responsáveis pela mudança no ecossistema, tais como: a poluição, extinção de animais e mudança climática. A discussão internacional referente a estas questões iniciou-se em 1972 com a Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, quando foi estabelecido princípios internacionais para preservação ambiental. Desde então as preocupações para minimizar e prevenir os danos ambientais tem ganhado extrema importância, fato que favoreceu a perspectiva de trabalho do engenheiro químico, agora no setor ambiental.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

POR DENTRO DO COREEQ MARANHÃO 2015

"Os Congressos Regionais de Estudantes de Engenharia Química são eventos de caráter técnico-científico e social, itinerante e sem fins lucrativos, realizados anualmente por estudantes de Engenharia Química do Brasil, juntamente com a FENEEQ (Federação Nacional dos Estudantes de Engenharia Química).

MERCADO DE TRABALHO NO AMAPÁ PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UEAP, Michell Cardoso)

O Amapá é umas das 27 unidades federativas do Brasil. Está situado a nordeste da Região Norte, no escudo das Guianas. Tendo o município de Macapá como capital. É um dos mais novos estados do país, sendo também o segundo estado brasileiro que mais possui áreas protegidas em seu território. 

ENTRAVES E OPORTUNIDADES PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS RECÉM-FORMADOS

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UEAP, Michell Cardoso)

Será que você, assim como milhares de acadêmicos de engenharia química, pensou que o diploma e uns meses de estágio já eram suficientes?

MARANHÃO E AS VAGAS PARA A ENGENHARIA QUÍMICA

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e engenheiro químico da UFMA, Pedro Júnior)

O estado do Maranhão tem vasto território, e apesar do atraso no desenvolvimento em relação a outros estados, este vem se tornando, com uma certa lentidão, um estado onde as indústrias vêm se instalando cada vez mais.

CHOQUE DE VISÕES – AS REALIDADES DA EQ

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UNIFACS, Stephanie Santana)

Sair à procura de um emprego, depois de formado, pode parecer um desafio. Há de se vencer o medo da entrevista, as dúvidas se o que já fez em sua formação foi o suficiente, dúvida sobre em qual área se encaixar e tantas outras coisas que surgem com o fim de um estado crucial: “ser graduando”. Nesse sentido, encontrei em conversas com graduandos que estão próximos de se formar ou que já tenham alguma noção de que caminho seguir, experiências que possam ajudar quem ainda se encontra desnorteado após o término do curso.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

MATO GROSSO: UM PÓLO DE OPORTUNIDADES

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UNIOESTE, Paola Munheiro)

Com a decisão e escolha de fazer o curso de Engenharia Química, uma das primeiras coisas que me passou pela cabeça foi que, não voltaria mais a morar na cidade em que cresci e fui criada, mas, depois de começar o curso, será que é isso mesmo?

VISÃO DO MERCADO PELO MERCADO

José Carlos Medeiros Vieira - Engenheiro de Processos Alcoa
(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UFRN, Gustavo Molina)

“Granada sem pino”, “ano complicado para todos os setores”, “baixa procura”, “demissão coletiva”, isso com certeza assusta o nosso leitor ao ver comentários sobre 2015, principalmente se ele se formou ou se está para se formar nesse ano que está por vir. De fato, pode parecer desanimador, mas “desde que o mundo é mundo” várias crises existem e elas existem pare encontrarmos formas de serem enfrentadas e, mais, de criarmos caminhos inovadores de passarmos por ela de forma a reduzir cada vez nossos gastos, impactos, isto é, mostrar a utilidade do nosso trabalho enquanto Engenheiro Químico.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

MERCADO DE TRABALHO PARA RECÉM-FORMADOS - ARTIGO ENVIADO POR GRAZIELA FEIT

Sou engenheira química, recém-formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, e procuro uma colocação no mercado. Crescemos acreditando que basta estudar para conseguir emprego. Ou ainda ouvindo que faltam engenheiros no mercado, portanto não faltarão oportunidades. A engenharia é necessária para o sucesso industrial, todos os processos a envolvem. Então o que falta no mercado para que recém-formados consigam um emprego? O mercado não é propício para recém-formados.

MERCADO DE TRABALHO EM RIBEIRÃO PRETO

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UNAERP, Carol Fleury)

As usinas e destilarias são as maiores forças propulsoras da economia local, que inclui Ribeirão Preto, Sertãozinho e mais cinco municípios, desde que o setor sucroenergético entrou em crise, as empresas de médio e pequeno porte que prestavam serviços a usinas também entraram em declínio devido à queda das encomendas da agroindústria canavieira.

NEVER GIVE UP - O MERCADO PARA RECÉM-FORMADOS NA EQ

(Texto enviado pela Representante Beta EQ e estudante da UFRRJ Marianne Nogueira)

Quando um estudante se forma a perspectiva sem dúvida é de conquistar um emprego maravilhoso, com aquele sonhado piso salarial do CREA, mas as pesquisas e nossas próprias experiências pessoais nos dizem que não é bem assim que as coisas acontecem.  Quantos alunos de engenharia química não conhecemos que acabaram fazendo mestrado por não conseguirem chance no mercado de trabalho? Ou quantos outros não conhecemos que estão exercendo atividades abaixo da sua formação? Ainda assim vemos notícias sobre escassez de profissionais no mercado. A pergunta que surge é: como essas duas situações tão complementares podem ocorrer de maneira tão contrastantes?

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

A VIDA COMO ELA É: A DURA REALIDADE DOS RECÉM-FORMADOS EM ENGENHARIA QUÍMICA

Inspirado na crítica ultra construtiva enviada por uma engenheira química formada na nobre PUC/PR, resolvo vir a público expor minha visão sobre o que passa os recém-formados em Engenharia Química. Desemprego e salários abaixo do piso norteiam grande parte desses novos engenheiros químicos. O choque de realidade começa assim que o tão sonhado diploma é enfim conquistado.

DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO AO PRIMEIRO EMPREGO - ENTREVISTA: FRANCIANE BERTOTTI

(Texto enviado pela Representante Beta EQ e estudante da UNIOESTE, Fernanda Rengel)

Muitos estudantes saem de sua cidade natal para buscar o seu sonho de fazer uma graduação. Ser Engº Químico é o desejo de muita gente, a graduação em si já é difícil, uma grade curricular extensa recheada de cálculos, reatores, fenômenos de transporte e por aí vai. Mas depois de passar por vários obstáculos, noites mal dormidas e algumas festas, finalmente, o acadêmico chega ao último ano e aí, em minha opinião, começa o maior desafio: o estágio obrigatório e a busca pelo primeiro emprego. Para nos contar um pouco dessas experiências entrevistei a Engª Química Franciane Bertotti que é recém-formada pela UNIOESTE-PR.

O MUNDO DO ENGENHEIRO QUÍMICO RECÉM-FORMADO

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante do UNIFEB, Ana Karla Honório)

A vida é sempre um desafio! Primeiro a fase de colégio, logo o vestibular, o que quero ser quando crescer? Sempre acreditamos ser a fase mais difícil de nossas vidas. Ok! Decidi ser Engenheiro (a) Químico (a). Então vamos lá.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

ANOS DE UNIVERSIDADE E ENFIM FORMADO! GRADUADO NA TÃO SONHADA ENGENHARIA QUÍMICA!

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFC, Gabriella Freitas)

E agora? Durante toda a graduação somos moldados com informações, desafios e ensinamentos... Chegou a hora de enfrentar o mercado de trabalho, tão vasto e cheio de responsabilidades e oportunidades!

DO PETRÓLEO VIESTE, AO PETRÓLEO RETORNARÁ!

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da Newton Paiva, Thiago Faria)

A exploração de recursos naturais é uma atividade que se confunde com a própria evolução da humanidade, possibilitando progresso, conforto, melhoria na expectativa de vida, dentre outras inúmeras vantagens. Contudo, não é segredo que as consequências do descarte incorreto, da não reciclagem e também de acidentes ambientais envolvendo esses recursos podem tomar proporções calamitosas se os cuidados necessários não forem tomados ou que medidas eficientes sejam adotadas depois desses desastres já terem ocorrido. Para o bem das futuras gerações, soluções inteligentes e inovadoras se fazem cada vez mais necessárias em um cenário mundial de crescente escassez de recursos.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

PANORAMA DO MERCADO DE TRABALHO PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS RECÉM-FORMADOS

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFCG, Karine Costa)

Há alguns anos, a grande dificuldade dos engenheiros químicos, recém formados de ingressar no mercado de trabalho, era a falta de oportunidade de empregos na época. Atualmente, os recém formados são abordados negativamente pelo mercado de trabalho, através da alta concorrência existente entre os profissionais da área, concorrência essa que coloca sob pressão os recém formado engenheiros, para que se tornem cada vez mais capacitados durante e após a graduação. Todavia, atendendo a demanda do mercado e finalmente conquistando o seu primeiro emprego, pois a área da engenharia química é bem dinâmica, ou seja está em constante mudança, então torna-se necessário o profissional caminhar juntamente com a evolução da engenharia química no cenário nacional.

CARREIRA HÍBRIDA - UMA OPÇÃO

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UFERSA, Allison Ruan)

O sonho de alguns, e em particular o meu, é empreender. Empreender vai além de se tornar patrão, deve ser uma ação realizada quando não se está satisfeito com seu emprego, ou possivelmente infeliz por não ter um. E, em alguns casos, um objetivo de vida. Não adianta empreender por estar na moda, se esta não for sua real vontade. Empreender necessita de esforço, dedicação, comprometimento, desejo, e suor, muito suor.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

DO ESTÁGIO EXTRACURRICULAR AO MERCADO DE TRABALHO PARA RECÉM-FORMADOS NO RIO GRANDE DO NORTE

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UFERSA, Wallas Souza)

O país encontra-se em constante desenvolvimento, e isso deve-se ao fato do crescimento populacional, e consequentemente o aperfeiçoamento das tecnologias que surgiram. Essas tecnologias são aplicadas em novos processos no mercado emergente e, é nesta etapa que entra o Engenheiro Químico.

VISÃO DE UM ENGENHEIRO QUÍMICO SOBRE O MERCADO DE TRABALHO PARA RECÉM-FORMADOS

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFRRJ, Sumaia Hottes)

Nos últimos anos, a mídia tem noticiado de forma recorrente, nos diferentes meios de comunicação, a grande escassez de engenheiros no mercado brasileiro, citando inclusive, estudos produzidos por fontes oficiais. Ao fazer uma busca simples em sites de emprego gratuitos e pagos não é difícil encontrar anúncios com vagas para Engenheiros Químicos em diferentes segmentos da indústria, tais como petróleo, polímeros, alimentos e entre outros, em todas as regiões do país.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

ESTAMOS NOS PREPARANDO PARA O MERCADO DE TRABALHO DURANTE A GRADUAÇÃO?

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFRRJ, Samantha Caram)

Os noticiários sempre mostram que a demanda de Engenheiros Químicos no Brasil está em baixa, mesmo com o número cada vez crescente de ingressantes e formandos deste curso. O que está acontecendo? Será que os futuros engenheiros não estão tão preparados para o mercado de trabalho?

EGRESSOS DA ENGENHARIA QUÍMICA E DIVERSAS OPORTUNIDADES NA RMBH

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da PUC/MG, Raisa Sant'Ana)

A região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), Minas Gerais, conta hoje com nove faculdades de engenharia química credenciadas no Ministério da Educação, sendo que o futuro do profissional egresso varia de acordo com o perfil e interesses de cada um. Muitos destes são contratos pelas empresas aonde realizaram estágios durante a faculdade, outros por sua vez buscam possibilidades nos setores públicos, privados ou pós graduação.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

ESTÁGIO: LOADING... [ENTREVISTA: MARCOS OLIVEIRA FILHO]

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UFRN, Murilo Maioli)

No final da graduação em engenharia química, os estudantes podem optar pelo estagio ou pelo TCC (Trabalho de conclusão de curso). Independente da escolha, o desafio é enorme. No caso do estágio, os estudantes precisam se preocupar com o currículo, entrevista, provas, dinâmicas em grupos e outras especificidades de cada empresa.

ME FORMEI. E AGORA?

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UFRRJ, Guta Soares)

Há quem diga que o mercado de trabalho está difícil para profissionais recém-formados, porém encontram-se diversas oportunidades de estágio e emprego na internet, que darão sempre prioridade para profissionais mais capacitados. Por isso a tão grande importância de se fazer cursos e atividades extracurriculares.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

O MERCADO DE TRABALHO PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS RECÉM-FORMADOS

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UTFPR, Jocirlei Felicio)

Em recente artigo publicado pela Revista Brasileira de Engenharia Química (REBEQ), sobre o Mercado de Trabalho da Engenharia Química,destacaram-se as oportunidades e um futuro promissor para essa área. Com o crescimento e desenvolvimento de tecnologias, o mercado exige cada vez mais de profissionais habilitados e capacitados. Por outro lado, o recém-formado deve estar atento para as indústrias que almeja, algumas questões devem ser analisadas, isto é, se a empresa possui credibilidade, ética, sua missão, visão e valores, responsabilidade social e ambiental, a relação entre suas partes interessadas, etc.

COMO AGRADAR O EXIGENTE DOUTOR!

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UEM, Felipe Morelli)

Para discutir sobre o Mercado de Trabalho para Engenheiros Químicos recém-formados, na qual farei dele mais argumentativo do que informativo, comentarei primeiramente de forma abrangente qual minha opinião sobre o Mercado de Trabalho. No ensino médio, para os estudantes que desejam realizar um curso concorrido, que não necessariamente fala sobre sua qualidade, eles precisam enfrentar o temido vestibular, que por sinal acreditam, inocentemente, ser o maior desafio de suas vidas. Entretanto, logo que chega à Universidade é informado que sua nova meta é agradar o Dr. Mercado de Trabalho, extremamente exigente que diz que você precisa ter esta e aquela competência.