segunda-feira, 1 de junho de 2015

ENTREVISTA VIDA DE ESTAGIÁRIO - QUAKER CHEMICAL



(Texto enviando pela Representante Beta EQ, Samantha Caram)

A vida de um estagiário não é nada fácil, é preciso assimilar os estudos com as horas dentro da empresa, deixar de fazer certas matérias dependendo do horário na faculdade, estudar mesmo depois de um dia “pesado” na empresa. Entrevistaremos um aluno de graduação de engenharia química na UFRRJ, Marco Aurélio Braga, do sexto período e estagiário na empresa Quaker Chemical, localizada em Campo Grande – Rio de Janeiro.

A Quaker Chemical é uma fornecedora global líder de fluidos de processo, produtos químicos industriais e conhecimento técnico para uma ampla gama de indústrias, incluindo aço, alumínio, mineração, tubos e canos, câmaras, setores automotivos e aeroespacial, dentre outros setores nas indústrias. Há quase 100 anos, a Quaker tem ajudado clientes em todo o mundo a alcançar eficiência na produção, melhorar a qualidade dos produtos e reduzir custos por meio da combinação de tecnologia inovadora, conhecimento de processos e serviços personalizados. Atualmente, estão presentes globalmente em 21 países e 34 localidades, incluindo Estados Unidos, Espanha, África e Brasil. O nome Quaker não está relacionado a nenhuma outra empresa, então não se deve confundir com outras marcas.

Como você ingressou na Quaker Chemical?
M.A.: A oportunidade surgiu através de um site de estágio muito conhecido aqui no rio de janeiro, chamado CIEE (Centro Integrado Empresa-Escola).

Como foi o processo seletivo?
M.A.: A primeira etapa é uma triagem do seu currículo, acredito que eles selecionam quem se encaixar com o perfil que eles estão buscando. a segunda etapa é uma entrevista com o recursos humanos, sendo selecionado nessa etapa, você será encaminhado para uma terceira etapa, na qual fará uma entrevista com responsável pelo setor em que irá estagiar.

Qual é a área que você atua lá dentro?
M.A.: Uma boa pergunta. Eu atuo na área de controle de qualidade,  acredito que a engenharia química tem essa vantagem porque ela te dar um leque de opções, e é claro que as oportunidades podem surgir mais naturalmente, caberá você escolher qual área você irá atuar.

Como é o seu dia-a-dia dentro da Quaker?
M.A.: Ao entrar na Quaker-Chemical, eu passei por um treinamento. Acredito que ainda estou em constante treinamento, cada dia eu aprendo coisas novas, isso é muito importante para mim e é um dos meus principais combustíveis. É claro que tem uma parte rotineira, isso é inevitável. Mas acredito que se você ir para o seu estágio como se fosse o seu primeiro dia, o seu dia-a-dia pode ser mais saudável. 
Como você consegue auxiliar os estudos e o estágio externo?
M.A.: É uma pergunta difícil, muito dos meus dias eu me faço essa pergunta. Mas para poder cumprir a carga horária exigida tive que cursar algumas disciplinas noturnas. Assim posso não perder as aulas. É claro que deixei de cursar algumas disciplinas do meu período, e também optei por não cursar muitas disciplinas para não prejudicar meu desempenho, uma vez que só terei os finais de semana livres para estudar.

Já que você teve que puxar matérias noturnas devido ao estágio, você conseguiu puxar todas do seu período? Caso negativo, você acha que a Rural deveria "pensar" mais nos seus alunos nesse quesito? 
M.A.:  Essa é uma excelente pergunta. Infelizmente eu não consegui cursar todas as disciplinas do meu período. Acredito que ao passo que a demanda por aulas noturnas existirem, há de se ter uma mudança no curso. Alguns cursos da UFRRJ disponibilizam para os alunos essa opção de aulas noturnas, acredito que o nosso poderia copiar esse exemplo.

Você acha que a sua faculdade dá base para a área que você trabalha?
M.A.: Acredito que na parte prática laboratorial e na parte teórica, a UFRRJ me deu uma base muito boa. No entanto, acredito que há uma defasagem na parte instrumental e sem dúvida computacional, acredito que há de se investir mais nessas áreas.

Você pretende seguir essa área em que está estagiando?
M.A.: Acredito que ainda é muito cedo para eu responder essa pergunta, mas posso lhe dizer que é uma área muito interessante, que emprega muitos profissionais e que é de suma importância em muitas empresas.

Qual é o conselho que você pode dar para aqueles que estão em busca de um estágio externo? 
M.A.: Sem dúvida, é não desistir daquilo que você almeja, siga sempre a sua intuição. Acredito que as oportunidades vão surgir na hora certa, basta ficar "conectado" ir a feiras de estágio, se inscrever em sites de oportunidades de estágio. E nunca pense que você não é capaz, porque o que no fundo as empresas buscam é uma pessoa que atende ao perfil daquela empresa, se você não conseguiu a vaga de estágio, não foi porque você é pior do que ninguém, é porque naquele momento o seu perfil não foi adequado.

Muito obrigada pela entrevista, Marco!
M.A.: Gostaria de agradecer a Samantha Caram pelo convite e dizer que eu acompanho e gosto bastante da ideia do Projeto BetaEQ.

“ Produtos sozinhos não resolvem problemas. As pessoas os resolvem. Na essência de tudo o que a Quaker faz, há uma paixão genuína por ajudar as empresas dos nossos clientes a crescer ainda mais fortes — tornando seus processos mais eficientes, sustentáveis e competitivos. É isso o que define nossa marca e nos destaca em relação aos nossos concorrentes. Na Quaker, sabemos o que importa. É o que está dentro. ”


Fonte: http://br.quakerchem.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário