quarta-feira, 3 de junho de 2015

GEORGE DAVIS: O FUNDADOR (1850-1907)

(Texto enviado pela Representante Beta EQ, Karine Oliveira da Costa)

George Davis, Britânico, 1880, inspetor de segurança para o “AlkaliAct, 1863”(a primeira peça de legislação ambiental conhecida), foi, tanto quanto se sabe, o primeiro a identificar a necessidade de uma nova profissão em ligação com a indústria química, em franca expansão nos finais do século XIX.

Até aquela altura os técnicos encarregados da supervisão ou projeto dos processos nas industrias químicas eram ou:

Engenheiros Mecânicos com conhecimentos do Processo Químico ou Químicos (industriais) com larga experiência industrial e conhecimentos de Processo Industrial (equipamento industrial).
Assim, Químicos com instinto para a engenharia ou engenheiros com gosto pela Química deram origem aosEngenheiros Químicos. 

George Davis, num conjunto de 12 aulas proferidas na “Manchester TechnicalSchool” identificou e definiu os fundamentos de um novo grupo de profissionais que designou por “Engenheiros Químicos”. Na altura, esta definição de uma nova profissão e de um novo programa de ensino, foi mal aceite quer pela comunidade Universitária quer pela dos profissionais de engenharia. O mesmo aconteceu à sua tentativa de criar, por essa altura, a “Society for ChemicalEngineers” no Reino Unido.

O curso surgiu através de uma série de livros, escritos por George Davis (na foto) , baseado em sua experiência na indústria química e em alguns experimentos realizados por ele mesmo. Nesses livros, ele introduzia e criava o conceito deOperações Unitárias, fundamental ao curso.No citado ano de 1888, o professor Lewis Norton,interessado nos estudos feitos por George Davis, funda, no MIT, o curso X (dez) baseado nesse conhecimento, unindo assim engenheiros químicos através de uma graduação formal.

O primeiro livro sobre Engenharia Química, “HandbookofChemicalEngineering”, foi escrito por George Davis, tendo tido a sua 1ª edição em 1901. A Figura 4 mostra a primeira edição do primeiro livro editado pelo MIT na área da Engenharia Química.
















ENGENHEIROS QUÍMICOS NOTÁVEIS

·         Victor Mills, engenheiro químico da P&G, é o inventor das fraldas descartáveis.
·         Lewis Urry, Engenheiro Químico a Eveready, inventou as pilhas alcalinas duradouras.
·         Robert H. Perry consta no hall por motivos óbvios.
·         Linus Pauling, aquele cara que fez tanta coisa na química que você estudou e já esqueceu, era um engenheiro químico.
·         Richard Felder é tido como um dos maiores professores de engenharia química.
·         Margaret Hutchinson Rousseau (foto) desenvolveu a primeira planta comercial de penicilina.
·         DolphLundgren, aquele que atuou em He-Man, O justiceiro e Rocky IV, tem QI de 160, é poliglota e mestre em engenharia química.
·         Expedito José de Sá Parente, engenheiro químico professor da UFCE, é considerado o pai do Biodiesel.

FATOS INTERESSANTES

§  Das quatro grandes engenharias (Mecânica, Química, Elétrica e Civil), a química é a que possui o menor grupo e é a mais bem paga, na média.

§  Um engenheiro químico já ocupou, ou ocupa atualmente, uma posição de CEO nas seguintes grandes empresas 3M, Du Pont, General Electric, Union Carbide, Dow Chemical, Exxon, BASF, GulfOil, Texaco e B.F. Goodrich. Até mesmo um ex diretor da CIA, John M. Deutch, era um engenheiro químico por formação.

§  Uma das maiores invenções da engenharia química, o craqueamento catalítico foi desenvolvido por um engenheiro mecânico chamado Eugene Houdry, em 1927. O processo permite que gasolina de alta qualidade seja obtida de petróleo bruto e ainda é muito utilizado hoje, com alguns avanços, claro.

§  O exercício da profissão de engenheiro químico é regulado pela lei federal 5194, de 24 de dezembro de 1966, a mesma que regulamenta a profissão dos demais engenheiros, do arquiteto e do engenheiro agrônomo. Esta lei foi regulamentada pelo decreto federal 620, de 10 de junho de 1969, legalizando, assim, o exercício do engenheiro químico. Apesar de tardia sua regulamentação, a profissão de engenheiro químico já vinha sendo exercida no país com a crescente industrialização iniciada nos anos 50, que demandava seu trabalho, através do projeto e execução de diversas manufaturas. O impulso industrial do regime militar na década de 70, conhecida como época do “milagre econômico” foi um importante período para o desenvolvimento da profissão, devido ao surto das indústrias que ocorreu no período. 


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

http://labvirtual.eq.uc.pt/siteJoomla/index.php?Itemid=2&id=124&option=com_content&task=view
https://caleqa.wordpress.com/2011/09/20/dia-do-engenheiro-quimico/

Nenhum comentário:

Postar um comentário